22 fevereiro 2006

Quem disse que ponto cruz têm que ser pequenininho?


Ponto cruz pode ser bem grandão, pode ser tortinho, pode ser feito do jeito que a gente quer. Aplicado na palha, na barra de uma calça jeans, e onde mais você inventar. Adorei esta bolsa de palha, com estes pontos aplicados no feltro. Super moderno, com aquele toque tão pessoal. A técnica está ao nosso lado, é só aplicar!

Aproveitando o carnaval, estarei tirando uns dias de férias. Não deixem de passar por aqui e deixar uns recadinhos, que enchem meu coração de alegrias!

Beijos grandes e boa folia!

Bolo cremoso de côco


Huuuuuuuuuuum. Este bolo cremoso de côco é tudo. Não é farinhento, tem uma textura deliciosa. E também é feito no liquidificador. Testado e aprovado por todos nós aqui de casa, tenho certeza que vocês vão adorar!

15 fevereiro 2006

Ser Mulher



Minhas avós eram moças prendadas, sabiam das artes manuais e culinárias. Criaram seus filhos em casa, enquanto meus avôs iam trabalhar. Minha mãe foi da geração da pílula anticoncepcional, queimava sutiã no campus da universidade (brincadeirinha), trabalhou fora a vida inteira, apesar de nunca se separar de seu tricô, herança de sua avó.

Já a minha geração... bom, acho que continuamos trabalhando fora, afinal hoje em dia está duro se dar ao luxo de não trabalhar. Mas faltou aquela formação da vovó. Quando me casei não sabia fritar um ovo e nem fazer nada com as mãos. Fui enfrentando a vida, aprendendo perguntando por aqui ou por ali. Lendo livros. Caçando receitas. Ouvindo minhas sábias e queridas avós.

Até que consegui conhecer uma série de técnicas que têm me facilitado MUITO a vida. Afinal, adoro tudo que tem aquele indescritível... toque pessoal. Único. Aquele acessório que só você tem, com as cores que você adora, e que você mesma fez. Ou aquele cantinho da sua casa que todo mundo olha e fica embasbacado: tão único e tão original!

Randimeide. Feito por mim para todos aqueles que nos adoram. Não existe "não ter habilidades com as mãos". Nem "não saber fritar um ovo". Existe você enfrentar o maravilhoso desafio de CRIAR. Se você ainda não sabe nada, comece. Compre uma agulha. Uma linha ou uma lã. Navegue e aprenda. Experimente. Se todo mês você comprar alguma coisa em um armarinho, em pouco tempo você vai ter uma belíssima caixa de costura. Ou se todo mês você comprar um tempero diferente no supermercado, você terá brevemente uma perfumada cozinha sem nem perceber.

O tempo para tudo isto? O tempo existe, é só se organizar. Já tricotei em carros, em reunião de pais na escola de meus filhos, na sala de espera de consultórios. Uma coisa eu tenho certeza... fazer um bolo delicioso ou um cachecol quentinho para o seu amor só depende de você. Bjs e até a próxima postagem.

P.S. Nossa pesquisa já está quase terminando, estou louca para publicar para vocês. Por isso quem ainda não votou, ainda há tempo...

13 fevereiro 2006

Porta agulhas


Sempre me enrolo para guardar minhas agulhas (de tricô, crochê e costura). Claro que já tinha visto várias receitas de porta agulhas, mas nenhuma tão fácil como esta. Apenas feltro, um botão e uma costura central com o ponto caseado. Repare que as páginas são cortadas abertas e dobradas no meio, e a capa têm uma sobra de 1 cm de cada lado. O número de páginas e o tamanho do livrinho, vai variar conforme o uso que você quer dar. Acho que vou fazer três, um para cada tipo de agulha, e que vou criar uns bolsinhos para as agulhas de tricô e crochê.
Ah, e vocês sabiam que colocar um pouco de talco nas agulhas de metal ajuda a absorver a umidade e evitar que elas enferrugem? Bjs grandes e até a próxima postagem, ainda nesta semana...

09 fevereiro 2006

Rosinhas de crochê

Depois das rosinhas de tricô aqui do Tessituras, rosinhas em crochê. Fiquei apaixonada quando vi a receita no Pedaço de Amor, da Eloisa, minha querida amiga e leitora. A receita é fácil e dá para aplicar em mantas, gorros, montar broches, colares, e o que mais você inventar. Parabéns, Elô! Adorei! Bem vamos à receita:

Fazer 10 correntinhas, mais 3 para virar.
1a carreira: 3 pontos altíssimos em cada uma das 10 correntinhas.
2a carreira: 1 ponto baixo em cada ponto altíssimo.
Arrematar. Enrolar formando uma florzinha e dar alguns pontinhos para prender.

A folha: 10 correntinhas, mais 3 para virar. Fazer 7 pontos altos e 2 pontos baixos. Arrematar e pregar na rosinha.

06 fevereiro 2006

Yoghurt Raita

O raita é um molho indiano refrescante à base de iogurte, ideal para acompanhar grelhados ou se transformar em uma deliciosa salada. Aproveitando o calor de fevereiro e a proximidade do carnaval, esta receita é tudo de bom (não prometi que a próxima receita seria diet?), além de ser facílimo de fazer. Agora, para quem gostar muiiiiiiiiiito, aqui no Mamta Gupta tem mais 34 receitas de raita. Aproveitem...
Já para quem mora no frio, este mês vou publicar a receita de um outro bolo delicioso feito no liquidificador. Aguardem...

03 fevereiro 2006

Varal de idéias


ADOREI esta idéia, que vi na escola das crianças. É um varal (com estes fios de nylon, que se encontram para vender em qualquer mercado), fixado na parede com este parafuso-argola. Dá para pendurar desenhos e livros infantis, e o efeito fica lindo! Bem mais simples, e barato, do que uma prateleira. Bem prático para organizar o quarto das crianças. Ou ateliês, escritórios, cozinhas...